Marius Romme

2022

Professor Catedrático de Psiquiatria Social da Universidade de Limburgo (Maastricht, Países Baixos), desde 1974. Director do Centro de Saúde Mental Comunitário de Maastricht. Foi discípulo do Professor Querido, psiquiatra e político holandês de origem judaico-portuguesa, que exerceu cargos de primeiro plano na Organização Mundial de Saúde e se notabilizou por ter criado, no ano de 1934, em Amsterdão, o primeiro serviço comunitário de ajuda para prevenir a hospitalização de pacientes psiquiátricos.

O Professor Romme tem aliado a investigação científica à organização social da ajuda. A sua área principal de investigação e de intervenção vem-se centrando nos cuidados comunitátios de longo-prazo a pacientes psiquiátricos.

Tem já uma vasta obra escrita, nos campos da Psiquiatria Social, Etnopsiquiatria, Reabilitação Psiquiátrica, Política de Saúde Mental e Ética. É colaborador assíduo de revistas internacionais da especialidade, nomeadamente Schizophrenia Bulletin, British Journal of Psychiatry, Mental Health and Society, The International Journal of Social Psychiatry, e em fóruns internacionais de debate da Questão Psiquiátrica.

É autor de trabalhos originais importantes para a compreensão do fenómeno de escuta de vozes e pioneiro de intervenções inovadoras para ajudar os ouvidores a lidar com as vozes – o que o tornou uma autoridade incontestada nesta área, na Europa e nos Estados Unidos.

fundo