The Love Song of J. Robert Oppenheimer, Carson Kreitzer

2021

Título: The Love Song of J. Robert Oppenheimer

Autor: Carson Kreitzer

Língua: Inglês

Tipologia: Peça de Teatro

Ano: 2006

Editora: Dramatic Publishing

ISBN: 978-1-58342-363-9

Sinopse: “Atrevo-me eu a perturbar o universo?” A ascensão e queda de J.Robert Oppenheimer irrompem nesta peça caleidoscópica que explora questões de fé, consciência, e as consequências da incessante busca por conhecimento. Acto Um: Math. A corrida febril em tempos de guerra para construir a primeira arma nuclear, por uma colecção de físicos anteriormente teóricos, muitos deles judeus fugidos da Alemanha de Hitler. O sucesso torna-se em horror quando “o Engenho” é largado, primeiro em Hiroshima, depois em Nagasaki. Acto Dois: Aftermath. Oppenheimer confronta a sua consciência; a Russia passa de aliado a inimigo. O medo Vermelho está a todo o vapor à medida que mudamos para a sala de tribunal. A esposa de Oppenheimer, Kitty, bebe; J.Edgar Hoover faz a dança dos sete véus; e o Pai da Bomba Atómica vê a sua permissão de segurança revogada, expulso do mundo que ajudara a criar. Num flash é este o fim da sua vida, J. Robert Oppenheimer passeia-se pelo deserto do Trinity Test Site, degladiando-se com as suas memorias e com um assustador, sexy e inesperado demónio: Lilith, a primeira mulher da mitologia hebraica, expulsa do Éden por se recusar a comportar-se. Silvando-lhe ao ouvido, ela leva-o a admitir aquilo que ele se recusa a aceitar: uma raiva que espelha a dela. “Oppie” é assombrado por acções, decisões, e uma trindade de mulheres – mãe, esposa Kitty, e amante Jean Tatlock. O suicídio dela nunca está longe da mente dele; as ligações Comunistas dela nunca estão longe da do governo.

fundo