The Dialogue of Art and Science in Tom Stoppard’s “Arcadia”, Liliane Campos

2021

Título: The Dialogue of Art and Science in Tom Stoppard’s Arcadia

Autor: Liliane Campos

Língua: Inglês

Tipologia: Estudo

Ano: 2011

Editora: Presses Universitaires de France – CNED (Centre National d’Enseignement à Distance)

ISBN: 978-2-13-059190-0

Sinopse:Numa casa de campo em Derbyshire em 1809, Thomasina Coverly de treze anos decide inventar uma nova Geometria das Formas Irregulares. As suas descobertas matemáticas estão à frente do seu tempo, mas correspondem às transformações em Sidley Park, onde a paisagem Arcádia do século XVIII está a dar lugar à desordem do Romântico. Elas também ecoam a natureza irregular e imprevisível da atração sexual que ela observa em torno dela, e o imbróglio sentimental que Hannah Jarvis e Bernard Nightingale vão tentar destrinçar 180 anos depois. Nos enredares cómicos que se sucedem, a arte e a ciência entram num inteligente diálogo dramático, e o sexo faz sempre parte da equação. 

Arcadia de Tom Stoppard joga com as divisões tradicionais entre Classicismo e Romantismo, arte e ciência, ordem e desordem. Este livro foca-se em leituras atentas do texto, e oferece aos alunos as bases históricas, críticas e teóricas necessárias à discussão destas tensões e da relação destas com os temas chave de tempo, desejo e perda.

fundo