Heinar Kipphardt

2021

Heinar Kipphardt nasceu a 8 de Março de 1922 em Heidersdorf, na Baixa Silésia, Alemanha (actual Lagiewniki, Dolnoslaskie, Polónia). Enquanto dramaturgo é particularmente conhecido pela peça In der Sache J. Robert Oppenheimer (Sobre o Caso J. Robert Oppenheimer) de 1964 (disponível no CDAPC, na versão inglesa). Faleceu a 18 de Novembro de 1982 em Munich, na Bavária, Alemanha Ocidental.

O seu “Teatro Documentário” próximo do “Teatro Épico” de Bertold Brecht, levou à cena eventos históricos para os analisar de pontos de vista inéditos. São de recordar Joel Brand (de 1965), sobre o extremínio de judeus pelos nazis e as negociações para o resgate de um milhão de judeus em troca de camiões que ocorreram em Budapeste em 1944. Em  In der Sache J. Robert Oppenheimer ( de 1964), o foco é sobre o célebre procedimento judicial contra o físico americano e, em geral, sobre o conflito entre a ciência e o seu uso político.

Médico (Neuropsiquiatra) de formação, Heinar Kipphardt reflecte a sua actividade a favor de uma psiquiatria mais humana no romance März (de 1976) cujo protagonista é um escritor destruído psicológicamente por uma sociedade “profundamente doente”. Entre as suas últimas obras contam-se Por amor à Alemanha (Aus Liebe zu Deutschland, 1980) e Irmão Eichmann (Bruder Eichmann, 1982).

Mais Informação:www.imdb.com, www.britannica.com, de.wikipedia.org e it.wikipedia.org

fundo