Arzhang Luke Pezhman

2021

Arzhang tem tido o seu trabalho produzido pelo Royal Court (2000, 2002) e pelo Birmingham Rep Theatre (2005, 2006, 2012) para além de ser escritor residente no Soho Theatre (2006). As suas peças têm circulado a nível nacional (no Reino Unido), e o seu trabalho tem sido desenvolvido internacionalmente, incluindo traduções e montagens de espetáculos em Itália. Tem trabalhado extensivamente enquanto tutor de escrita dramática em teatros, escolas e prisões. A sua curta-metragem “Two-Tone” foi produzida pela BBC e pelo Eclipse Theatre como parte do projecto “10 by 10″ (2012). Trabalhou como dramaturgo com os Untied Artists para produzir um espetáculo que ganhou um prémio Fringe First no Festival de Edimburgo (2013). Neste momento está a trabalhar num tríptico para teatro sobre o ambiente de trabalho no Reino Unido.

Destacam-se as suas peças Local (Royal Court Theatre, 2000),  Come Around (Royal Court Theatre, 2003), Mother’s Day (Wolverhampton Grammar School, 2003), Tics (Birmingham Repertory Youth Theatre, 2004) Blood at the Root (London Metropolitan University, 2005), Bolt-Hole (Birmingham Repertory Theatre, 2006), Intervention (Birmingham Repertory Theatre, 2008), Borderland (Fairfield High School, 2010), Soul Seekers (Central Youth Theatre, 2011) e Gravity (Birmingham Repertory Theatre, 2012) e os filmes Kirigami (Claire Ingham, 2002) e Our Home (Reza Shirazi, 2011)

Mais Informação: www.curtisbrown.co.uk

fundo