O Bairro da Tabela Periódica

2019

No ano em que se comemora o 150º aniversário da criação da Tabela Periódica  – proclamado pela Assembleia Geral das Nações Unidas como Ano Internacional da Tabela Periódica – a Marionet foi convidada pela Comissão Nacional para as Celebrações do Ano Internacional da Tabela Periódica e pelo Professor Manuel João Monte, autor do livro O Bairro da Tabela Periódica, para levar a cena um espectáculo de teatro baseado nesta obra.

A acção divide-se entre uma sala de aula (de química, pois claro!) e uma reunião de condomínio da tabela periódica – numa analogia entre os elementos da tabela e os blocos de um bairro habitacional – onde os intérpretes personificam elementos químicos, cujas características, inevitavelmente, se cruzam com as propriedades dos elementos que representam. Em ambos os espaços, divertida e construtivamente, fala-se de história, canta-se ópera, explora-se a química e debate-se a actualidade.

Este espectáculo integra o programa oficial de comemorações do Ano Internacional da Tabela Periódica, apresentada em 1869 por Dmitri Mendeleiev.

 

Apresentações

Carnaxide | Auditório Ruy de Carvalho | 19 a 21 de Setembro

Coimbra | Teatro Académico de Gil Vicente | 26 e 27 de Setembro

Porto | Teatro Helena Sá e Costa | 3 a 5 de Outubro

Informações e reservas para escolas: www.iypt2019.pt/o_bairro_tabela_periodica

 

Ficha artística e técnica

Texto Manuel João Monte

Encenação Mário Montenegro

Intérpretes

Diana Narciso – Ada e Rita

Filipe Eusébio – Hidrogénio e Tomás

Mafalda Canhola – Platina e Sofia

Miguel Lança – Oxigénio e Pedro

Nuno Geraldo – Európio e Bruno

Pedro Lamas – Chumbo e João

Tânia Cardoso – Prata e professora

Cenografia, figurinos, adereços e imagem Pedro Andrade

Iluminação e direcção técnica João Teixeira

Banda sonora original e sonoplastia Marcelo dos Reis

Vídeo Error 43

Direcção de produção e comunicação Francisca Moreira

Assistência de produção Beatriz Sousa*

Penteados Carlos Gago – Ilídio Design

Apoios Sociedade Portuguesa de Química, Fundação Calouste Gulbenkian, Hovione, Oeiras Valley, Teatro Académico de Gil Vicente, Teatro Helena Sá e Costa, Ciência Viva, Direção-Geral da Educação, Ilídio Design Cabeleireiros, MAFIA – Federação Cultural, Rádio Universidade de Coimbra

 

* Estagiária da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra – Estudos Artísticos

fundo