Os Lusíadas no Museu da Ciência

2015

[Fotografia de ensaio e de espectáculo por Francisca Moreira]

[Vídeo por UCV]

 

03 a 21 de Março | Galeria de Zoologia do Museu da Ciência da Universidade de Coimbra

3ª a 6ª feira | 10h30 e 15h00 | público escolar

Sábado | 15h00 e 21h30 | público geral

 

Adaptação de “Os Lusíadas” de Luís Vaz de Camões, recriando a viagem de Vasco da Gama até à Índia através das diferentes salas da Galeria de Zoologia. Uma forma diferente de visitar o museu, apoiada na viagem descrita por Camões e na colecção aqui exposta. Este espectáculo está inserido no Programa da 17ª Semana Cultural-UC 725 Anos: Tempo de Encontro(s).

 

Sinopse

A viagem inicia-se com as naus lusitanas no cais, prestes a partir, aonde acorre o povo a chorar os entes queridos que vêem ir embora e onde se destaca o episódio do Velho do Restelo. Segue-se uma passagem pela costa ocidental africana e a descrição daquilo que os portugueses lá foram encontrando. No término dessa costa surge a figura imponente do Adamastor que, parecendo querer ter por vítimas as naus portuguesas, é ele vítima de um profundo desgosto de amor.
Transposto o Cabo das Tormentas assistimos no Olimpo ao Concílio dos Deuses que decide da sorte dos portugueses. Entretanto, estes, já a navegar no largo Oceano Índico, são vítimas de uma violenta tempestade, até que alcançam, por fim, terras indianas.
Aí, após promessas de paz e amizade entre Vasco da Gama e o Samorim, os portugueses deixam a terra achada rumo a Portugal levando alguns sinais desse descobrimento marítimo. Nessa viagem de volta à pátria são recompensados por Vénus, que lhes oferece a Ilha dos Amores povoada de ninfas e de prazeres, onde se puderam refrescar para o resto da viagem até Lisboa, aonde chegaram dois anos e dois meses depois de terem partido.

 

Ficha Artística e Técnica

Discussão e ideias: Mário Montenegro, Marta Félix, Miguel Lança, Pedro Andrade, Pedro Lamas, Teresa Girão, Ricardo Vaz Trindade;

Interpretação: Marta Félix, Miguel Lança, Pedro Lamas, Ricardo Vaz Trindade;

Adaptação: Filipe de Góis e Mário Montenegro;

Encenação: Mário Montenegro;

Espaço cenográfico, figurinos, adereços e imagem: Pedro Andrade;

Banda sonora original: Rui Capitão;

Video: Mário Montenegro e Ricardo Vaz Trindade;

Iluminação e direcção técnica: Mafalda Oliveira;

Fotografia de cena: Francisca Moreira;

Penteados: Carlos Gago – Ilídio Design;

Produção executiva: Teresa Girão.

Uma coprodução da marionet e do Museu da Ciência da Universidade de Coimbra 2015

 

Bilhetes

Público escolar (3ª a 6ª feira):
3€ / aluno

Público Geral (Sábado):
3€ / crianças até 12 anos (inclusive)
5€ / estudante
8€ / adulto

 

Reservas

Junto do Museu da Ciência da UC: 239 854 350 | geral@museudaciencia.org

 

Estrutura financiada por: Câmara Municipal de Coimbra

Apoios: Universidade de Coimbra | 17ª Semana Cultural-UC 725 Anos: Tempo de Encontro(s); Fundação Bissaya Barreto; Ilidio Design Cabeleireiros; MAFIA – Federação Cultural de Coimbra

Agradecimentos: Condomínio Criativo de Coimbra; Teatro Académico de Gil Vicente (TAGV)

fundo